MARINA, TORTURADOS E TORTURADORES NA DITADURA…


MARINA, TORTURADOS E TORTURADORES NA DITADURA
Muitos esperavam a reversão, que a Nova República sucumbisse à força do fascismo autoritário que rege a sociedade. O que Marina promete, entra no programa direitista de apagar da memória a brutalidade do fascismo nacional, justificando a tortura e os torturadores. Esta promessa de Marina levará à proposta de extinção da Comissão Nacional da Verdade. Autoritários e fascistas, nem nas declarações de Aécio se encontrou tal descalabro.

Marina declara que é favorável ao perdão incondicional dos torturadores, durante o regime militar (!964-1985). A mesma coisa defendia Sarney, na época da Constituinte. Historiadores respeitáveis podem ser consultados. Confirmarão isso. Quando eu pesquisava para realizar a biografia de Jaime Wright, ativista civil pelos direitos humanos e cidadania sob a ditadura militar, constatei que as forças da sociedade civil foram esmagadas na reação direitista que justificava o totalitarismo vencido, naquele momento.

A Anistia foi promulgada, excluindo o direito das famílias de torturados de reclamarem a devolução de corpos abduzidos, dos torturados e mortos pela ditadura. Porém, Jaime Wright, sob a proteção de D.Paulo Evaristo Arns, levava para Genebra, clandestinamente, as microfilmagens de mais de 1 milhão de paginas de processos impetrados em defesa de torturados pela ditadura militar. Ficaram depositadas lá até dois anos atrás. Entrevistei o representante do Conselho Mundial de Igrejas no momento em que se preparava o retorno daqueles documentos.

O maior tribunal, a mais alta instância, no Brasil sob a ditadura, era o Supremo Tribunal Militar. Joaquim Barbosa, se tivesse sido presidente do STJ naquele tempo, seria ignorado. Hoje, a revogação da Lei da Anistia, reconsiderando os favores concedidos à ditadura, é um imperativo. Marina, provavelmente, deixa de considerar o que a sociedade civil espera de um presidente da República. Coerência, já que representa, no momento, o ajuntamento das forças retrógradas. As mesmas que atuam contra a democracia; que combateram Ulisses Guimarães e o Menestrel da Alagoas, Teotônio Vilela, desde a Constituinte.

Derval. black withe

Derval Dasilio

Sobre Derval Dasilio

professor teólogo filósofo
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Uma resposta a MARINA, TORTURADOS E TORTURADORES NA DITADURA…

  1. Eduardo diz:

    Quem é ‘direitista’, Derval?
    Se eu disser que Lula é um comunista, pelo seu diapasão ele será?
    Ou seria mais apropriado dizer que ele, no seu primeiro governo não deu tiro no próprio pé e mediante a chamada CARTA AO POVO BRASILEIRO adotou as conquistas de seu antecessor na presidência da República?

    A COMISSÃO a qual você se refere, é um arremedo de verdade. Não foi a sociedade brasileira que a escolheu, foi uma escolha a dedo do PT e deste governo que vai arrombando o Brasil.

    Conta outra, Derval, conta!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s